Homem aplica golpe em duas pessoas de Bocaiuva

Fonte: Rádio Clube Bocaiuva

No dia 2 de maio, Ronaldo Freire Mendes, de 26 anos, natural de Brasília de Minas, denunciou na Companhia de Policia Militar de Bocaiuva (MG), ter sido vítima de estelionato. Outra vítima deste caso foi Paulo Ricardo da Silva, também de 26 anos, natural de Bocaiuva.

De acordo com ocorrência policial, Ronaldo Freire relatou a PM que, no dia 30 de abril deste ano, viu o anúncio no site OLX da venda de uma motocicleta e começou a negociar a compra com Paulo Ricardo da Silva, através de um aplicativo no celular.

Ainda conforme o boletim, Paulo Ricardo disse que colocou o anúncio da venda da moto Yamaha, Lander XTZ, 250, de cor azul, placa ECQ-7651no referido site no último dia 30. E, de acordo com ele, no mesmo dia duas pessoas entraram em contato.

Primeiramente, Ronaldo Freire Mendes, com quem estava em negociação. O segundo, um homem, que se identificou por “Doutor Jorge”, que entrou em contato com Paulo Ricardo por um telefone, e que compraria aquela moto para um ex-funcionário, e que o mesmo retirasse o anúncio do site.

Ainda no dia 30 de abril, conforme relato policial, por volta das 23 h e 30, Ronaldo ao pesquisar pelo veiculo no site, percebeu que o anúncio estava com dados de outro indivíduo, identificado por “Doutor Jorge”, e com a moto por um valor bem abaixo do posto no seu site.

E, ao entrar em contato com ele pelo telefone, o suposto Doutor Jorge lhe disse que era de Divinópolis (MG) e que a moto estava em Bocaiuva com um primo dele e que recebeu o veículo em troca de uma dívida trabalhista.

O estelionatário disse ainda que não tinha interesse em ficar com a moto e que por isso estaria a vendendo por um preço menor. Logo após, Ronaldo entrou em contato com Paulo Ricardo e perguntou se conhecia o tal Doutor Jorge, e o mesmo lhe disse que sim.

No dia 2 deste mês de maio, Ronaldo Freire depositou a quantia de R$4 mil 982 e 50 centavos na conta de uma mulher com as iniciais MSF, natural de Rondonópolis (MT), indicada pelo suposto “Doutor Jorge”.

De acordo ocorrência, Paulo Ricardo relatou que, também no dia 2, o tal Jorge enviou um comprovante de transferência no valor de R$9 mil na sua conta, e, ao deslocar até a agência constatou que o comprovante era falso.

As duas vítimas, Paulo Ricardo e Ronaldo Freire, disseram que após os depósitos, o suposto estelionatário Doutor Jorge enviou para eles mensagens por um aplicativo, dizendo que “é golpe, kkkk”.

O caso está sendo investigado pelo delegado de Policia de Bocaiuva, Leonardo Diniz.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *