Homem suspeito de estupro e importunação sexual é preso em Montes Claros


Homem foi preso na casa em que mora com esposa e filhos, no Bairro Alto Boa Vista — Foto: Juliana Gorayeb/G1

Homem foi preso na casa em que mora com esposa e filhos, no Bairro Alto Boa Vista — Foto: Juliana Gorayeb/G1

Fonte: G1 Grande Minas

A Polícia Civil de Montes Claros investiga um homem de 45 anos preso por suspeita de importunar crianças e mulheres no Bairro Alto Boa Vista, em Montes Claros; ele também deve ser indiciado por estupro de vulnerável. De acordo com a Delegacia de Mulheres, o investigado foi preso em flagrante no sábado (18) por se masturbar na frente da mãe de uma adolescente. A menina, de 15 anos, revelou depois ter sido estuprada pelo autor quando tinha 12. Ele foi apresentado em coletiva na manhã desta quinta-feira (23) e negou em depoimento ter cometido os crimes.

Ainda segundo a PC, os pais da menina se atentaram para sinais de que algo estava errado depois que a garota tentou suicídio por várias vezes. Ela passou a se automutilar e sentir pânico de ficar sozinha, ou reagia com desespero quando o homem se aproximava. Ao ver uma amiga ser importunada quando o homem se masturbou na frente delas, a vítima contou aos familiares os abusos pelos quais diz ter sofrido. Para a polícia, o autor a forçou fazer sexo oral nele e tocou em suas partes íntimas.

“A menina passou a se cortar. Nestes casos é comum que a vítima tente autoextermínio, infelizmente. Elas ficam tão abaladas que ficam com pânico. E o pior de tudo é que, depois de ter cometido o estupro, ele continuava atrás dela a importunando, se masturbando na frente dela, pulava o muro da casa da família. Quando ela viu que ele também iria importunar uma amiguinha, ficou desesperada e contou aos pais que ele tinha a estuprado”, diz a delegada responsável pelo caso, Karine Maia.

Prisão

Maia diz que o pedido de prisão preventiva já havia sido feito no dia 8 de maio, quando a família da vítima de estupro formalizou a denúncia contra o autor. Antes que o juiz expedisse o mandado, o homem foi preso em flagrante por importunar a mãe da adolescente. “Ele zombava da família. Não deixava eles em paz. Ria, passava na frente da casa e continuava pulando o muro para se masturbar. Eles estavam desesperados”, conta a delegada.

Na vizinhança, outras mulheres prestaram depoimento dizendo terem sido importunadas de forma parecida; ele aparecia e colocava os órgãos sexuais para fora das roupas, segundo as denúncias. O homem de 45 anos é casado, tem dois filhos, uma menina de 11 e um rapaz de 19, e trabalha de carteira assinada em uma fábrica da cidade.

“Agora vamos investigar se ele chegou a abusar destes filhos também. É claro que existem casos em que os autores não molestam os filhos, mas em outros casos acontece. Vamos colher o depoimento deles. É importante que possíveis novas vítimas se apresentem e formalizem a denúncia para que ele responda pelos crimes”, afirma Karine Maia.

Polícia Civil detalhou suposto caso de importunação sexual e estupro em entrevista coletiva — Foto: Juliana Gorayeb/G1

Polícia Civil detalhou suposto caso de importunação sexual e estupro em entrevista coletiva — Foto: Juliana Gorayeb/G1

Após a coletiva desta quinta, o homem foi levado da 11ª Região Integrada de Segurança Pública (RISP) para o Presídio Regional de Montes Claros. Caso condenado, a pena de reclusão pode chegar a 15 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *