Para se recuperar no Brasileiro, Atlético-MG tem pela frente seu maior freguês no ano: o Coelho

Cazares marcou o gol da vitória no jogo de ida da semifinal do Mineiro — Foto: Futura Press

Cazares marcou o gol da vitória no jogo de ida da semifinal do Mineiro — Foto: Futura Press

Fonte: Globo Esporte

O Atlético-MG foi derrotado pela Chapecoense no sábado e voltou a perder parte da “gordura” que tem no G-6 do Campeonato Brasileiro. Precisa, agora, se recuperar na competição para não ter a posição na tabela ameaçada. E o próximo adversário é o melhor possível para o time de Thiago Larghi buscar a reabilitação. Pelo menos é o que indica o retrospecto da temporada (veja, no fim da matéria, a tabela com os números do Galo contra todos os adversários do ano).

O jogo é contra o América-MG. O confronto entre os rivais mineiros está marcado para as 19h (de Brasília) do próximo domingo, no Independência. Será o quinto duelo entre os dois times na temporada. Até aqui, o Alvinegro levou a melhor em todos. Foram quatro vitórias (três no Campeonato Mineiro e uma no Brasileiro), nove gols marcados e apenas um sofrido.

O América-MG não fez nenhum gol no Atlético-MG no Estadual. As vitórias alvinegras foram por 3 a 0, 1 a 0 e 2 a 0, respectivamente. As duas últimas foram válidas pela semifinal, quando o Galo se classificou para a decisão, e o Coelho ficou pelo caminho.

No primeiro turno do Brasileirão, nova vitória expressiva do Galo. Ricardo Oliveira, Cazares e Tomás Andrade marcaram os gols da vitória por 3 a 1. Messias descontou para o time então treinado por Enderson Moreira.

Um outro detalhe curioso: duas das quatro vitórias atleticanas sobre o rival em 2018 vieram imediatamente após tropeços. Foram resultados que serviram de recuperação para a equipe de Thiago Larghi. A primeira delas foi no segundo jogo do treinador. O Galo vinha de empate com o Atlético-AC (jogo que causou a demissão de Oswaldo de Oliveira) e derrota para a Caldense (estreia de Larghi). Venceu bem o América-MG e emendou uma sequência de quatro jogos sem derrota (três vitórias e um empate).

No primeiro turno do Brasileiro, mais uma vez, o rival serviu de “trampolim” na recuperação do Atlético-MG, que vinha de três jogos sem vencer (derrotas para Flamengo e Sport, e empate com a Chapecoense em casa). O triunfo por 3 a 1 (relembre no vídeo acima) deu início à sequência de três vitórias seguidas nos três últimos jogos do Atlético-MG pré-Copa. Além do Coelho, o Galo bateu Fluminense e Ceará. Os três jogos foram no Independência.

É tudo que o Atlético-MG quer e precisa agora. Uma vitória sobre o rival local e uma sequência de bons resultados manteria o Galo com certo conforto na zona de classificação para a próxima Taça Libertadores. O retorno à competição continental é o objetivo do clube no restante do Brasileirão.

Outros tabus

Além dos expressivos números da atual temporada, o Atlético-MG também defende outros tabus contra o América-MG. A última vitória do Coelho sobre o Galo, por exemplo, foi na final do Mineiro 2016 – o alviverde venceu por 2 a 1 no Horto e, depois, ficou com a taça. De lá para cá, foram oito jogos, com sete vitórias do Atlético-MG e um empate.

O retrospecto pelo Brasileirão, especificamente, evidencia um tabu ainda maior (do ponto de vista temporal). A última vitória do América-MG sobre o rival na Série A foi em 2000 – por 1 a 0, no Mineirão. De lá para cá, porém, não foram tantos jogos. O Coelho perdeu para o Galo em 2001 (1 a 0); perdeu um (2 a 0) e empatou outro (0 a 0) em 2011; perdeu os dois em 2016 (1 a 0 e 3 a 0); e perdeu no primeiro turno deste ano (3 a 1).

Retrospecto do Atlético-MG, até aqui, contra todos os adversários do ano (do melhor para o pior)

Adversário Jogos em 2018 Vitórias do Atlético-MG Empates Derrotas do Atlético-MG Aproveitamento do Atlético-MG
América-MG 4 4 0 0 100%
URT 2 2 0 0 100%
Atlético-PR 2 2 0 0 100%
Democrata-GV 1 1 0 0 100%
Botafogo-PB 1 1 0 0 100%
Uberlândia 1 1 0 0 100%
Tombense 1 1 0 0 100%
Fluminense 1 1 0 0 100%
Ceará 1 1 0 0 100%
Paraná 1 1 0 0 100%
Santos 1 1 0 0 100%
Botafogo 1 1 0 0 100%
Ferroviário-CE 2 1 1 0 66,66%
Corinthians 2 1 1 0 66,66%
São Paulo 2 1 1 0 66,66%
Figueirense 2 1 0 1 50%
Vitória 2 1 0 1 50%
Sport 2 1 0 1 50%
Cruzeiro 5 2 1 2 46,66%
Tupi 1 0 1 0 33,33%
Boa Esporte 1 0 1 0 33,33%
Patrocinense 1 0 1 0 33,33%
Atlético-AC 1 0 1 0 33,33%
Bahia 1 0 1 0 33,33%
Chapecoense 4 0 3 1 25%
San Lorenzo-ARG 2 0 1 1 16,66%
Vasco 2 0 1 1 16,66%
Villa Nova 1 0 0 1 0%
Caldense 1 0 0 1 0%
Grêmio 1 0 0 1 0%
Palmeiras 1 0 0 1 0%
Internacional 1 0 0 1 0%
Flamengo 2 0 0 2 0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *