Presos dois suspeitos do assassinato de Patuzinho

Fonte: Rádio Clube de Bocaiuva

Jaílson Aparecido da Silva, de 45 anos, e o genro dele, Marcos Rodrigues dos Santos, conhecido por Marcos Perninha, de 29 anos, foram presos nesta sexta-feira (06), em Bocaiuva (MG), por policiais civis.

Eles são suspeitos do assassinato do lavrador Artur Patrocínio Garcia, “Patuzinho” de 36 anos, ocorrido no dia 27 de junho deste ano. Próximo ao corpo foi descoberto um bilhete, informando que a motivação do crime se tratava de uma dívida do tráfico de drogas na cidade de Pompéu, Região Central de Minas, onde nasceu Patuzinho.

Porém, o delegado de Bocaiuva Leonardo Diniz, responsável pelas investigações do caso, descartou essa hipótese, e disse a reportagem da Rádio Clube que “o autor do bilhete queria com isso tentar despistar a polícia”.

Seguindo essa linha de raciocínio, o delegado descobriu que o motivo era outro, e, assim chegou aos dois suspeitos. As investigações apontam Marcos Perninha e Jaílson como autores do assassinato.

O Delegado Leonardo Diniz (foto)

O Corpo de Patuzinho foi encontrado com marcas de facadas, tiros e pauladas, próximo à sede da Fazenda Cachoeira, na zona rural de Bocaiuva, onde trabalhava.

A motivação real do crime ainda será divulgada, logo que o delegado concluir o inquérito.

No entanto, a polícia civil trabalha como a hipótese de vingança, já que Patuzinho foi contratado para trabalhar na referida fazenda, em substituição a Jaílson, que teria sido demitido da função de gerente da propriedade.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *