Secretaria de Educação de Bocaiuva justifica ausência do transporte escolar em algumas comunidades

A Secretária Municipal de Educação de Bocaiuva, Sivani, durante reunião com educadores

Fonte: Rádio Clube Bocaiuva

Diversas reclamações de moradores de comunidades rurais de Bocaiuva chegaram nesta semana a redação da Rádio Clube, dando ciências de que alguns ônibus do transporte de alunos não estariam passando nos pontos e, que crianças estariam perdendo aulas em razão disso.

Um das linhas afetadas é a que faz o percurso da comunidade de Imburé a Engenheiro Dolabela, distrito de Bocaiuva, onde alunos estão sem ir à escola desde segunda-feira (11). A informação de um morador é de que, neste caso, um dos pneus da condução estaria furado.

Em contato com a prefeitura, a Secretaria Municipal de Educação esclareceu que existem 45 linhas, para atender cerca de 850 alunos no transporte da zona rural para as escolas públicas da cidade.

Porém, conforme o comunicado da pasta, em quatro destas linhas, os veículos estão em ajustes, e que, na segunda-feira, a situação estará regularizada.

Esses serviços são correspondentes as linhas terceirizadas, custeadas pelos repasses do governo, segundo informou ontem a reportagem da Rádio Clube o Secretário de Obras e Transportes, de Bocaiuva, Paulo Roberto Vieira (Paulo Professor).

Conforme ele, com veículos exclusivos do município são feitas outras sete linhas, essas atribuídas a sua secretaria. Paulo Professor informou ainda que todos os veículos de transportes de alunos, terceirizados ou não, devem seguir rigorosamente as normas de segurança.

Ainda conforme o secretário, os motoristas precisam se cadastrar como transportador escolar no Detran-MG.

A fiscalização dos veículos e condutores que realizam o transporte escolar em Minas Gerais deixou de ser feita pelos municípios e foi transferida para a responsabilidade do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MG), incluindo a vistoria nas vans e ônibus.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *