Polícia desarticula quadrilha envolvida em roubo de gado no Norte de Minas

Seis pessoas foram detidas durante Operação Rei do Gado — Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Seis pessoas foram detidas durante Operação Rei do Gado — Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Fonte: G1 Grande Minas

Seis pessoas foram detidas suspeitas de integrar uma organização criminosa envolvida em roubo de gado na região de Pirapora, no Norte de Minas. Eles foram localizados nessa quinta-feira (13) durante a operação Rei do Gado, realizada pela Polícia Civil. O grupo já estava sendo monitorado há 3 meses.

“Recebemos informações de que quatro bois tinham sido furtados em uma fazenda em Ibiaí, e como já estamos monitorando essa quadrilha, pensamos que eles poderiam estar envolvidos nesse assalto e montamos a operação”, explica o delegado Jeferson Leal da Silva.

Animais roubados foram recuperados — Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Animais roubados foram recuperados — Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Os policiais fizeram buscas em um sítio no Bairro São Geraldo, em Pirapora, e apreenderam os animais furtados em Ibiaí; uma caminhonete, um caminhão boiadeiro usado nos crimes, duas motos, dois carros, além de armas e dois freerzes que eram utilizados para armazenar carnes de gados mortos na fazenda, também foi apreendidos. Segundo a Polícia Civil, outros 20 animais também foram encontrados, e a origem deles ainda é desconhecida.

“Eles agiam na região há muito tempo e, na maioria das vezes, chegavam de madrugada e furtavam o gado. Em outras ocasiões, eles matavam os animais na fazenda mesmo e levavam a carne em um caminhão. Os animais e a carne eram vendidos na região”, explica o delegado.

Veículo usado para transportar os animais foi recuperado — Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Veículo usado para transportar os animais foi recuperado — Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Os animais furtados em Ibiaí foram devolvidos ao dono e os seis detidos foram encaminhados à delegacia. As investigações continuam e a suspeita é de que outras pessoas podem estar envolvidas com a quadrilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *