Febraban garante que bancos estão ‘focados e concedendo crédito’

Fonte: Noticia ao Minuto

O presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Isaac Sidney, sinalizou nesta segunda-feira, 13, que as instituições financeiras estão comprometidas em conceder empréstimos e renegociar dívidas em função da crise do coronavírus. “Posso garantir a Maia que os bancos estão focados e concedendo crédito”, disse Sidney, participante de live organizada pela Febraban juntamente com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que cobrou maior participação dos bancos na liberação de crédito para famílias e empresas.

Segundo ele, os bancos já renegociaram entre R$ 130 bilhões e R$ 150 bilhões de empréstimos.

De acordo com Sidney, a demanda de crédito para folha de pagamento ainda é pequena e a expectativa é a de que demanda por essa modalidade de crédito cresça mais a partir do dia 20. “Estamos próximos dos R$ 400 bilhões em concessões de crédito, considerando as novas negociações”, disse.

Segundo o presidente da entidade, os bancos já renegociaram entre R$ 130 bilhões e R$ 150 bilhões de empréstimos.

Para ele, os bancos estão trabalhando intensamente para dar carência também no crédito consignado.

Doações

De acordo com Sidney, os bancos já doaram R$ 1,5 bilhão para fretes sociais e humanitários. Ele fez a afirmação em resposta a Maia, que, durante a transmissão, cobrou maior participação dos bancos no esforço para o combate ao coronavírus.

O problema, de acordo com Sidney, é que grandes empresas demandam valores elevados que impactam a liquidez dos bancos e os juros.

Carência

Segundo Sidney, os bancos poderão dar mais carência para pagamentos de empréstimos caso o quadro de crise se mantenha. “Se o quadro de crise se mantiver, os bancos poderão dar mais carência em empréstimos”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *